O CAMPO, não é nada que eu não conheça, eu morava numa aldeia onde toda a gente se conhecia e dizia bom dia, onde todos se tratavam pelo nome, onde brincar na terra e estar em contacto com a Natureza, animais era banal e fazia parte do dia-a-dia. Então agora que moro na cidade, tenho como hábito ir ocasionalmente passar um fim-de-semana a casa, casa do meu pai, casa onde nasci e cresci.
Mais que ir de fim-de-semana, voltar ao campo é simplesmente voltar à tranquilidade e sossego, algo que não consegues quando moras na cidade, não da mesma maneira.

Ouvir os grilos, acordar com os galos e passarinhos a cantar, estar rodeada de verde, de animais: ovelhas, vacas, cavalos, cães, gatos… respirar o ar puro, sentir os raios de sol na pele, contemplar o céu azul, ouvir o barulho dos passos ao caminhar, ao calcar a erva, ver filas de formigas no chão, ouvir a água a correr nos rios…sensação de paz!

Longe da agitação e confusão da cidade, no campo, é como se pertencesses a outro mundo, onde te sentes mais livre, onde a calma, a boa disposição das pessoas, a partilha, a entre-ajuda e o convívio são aspectos permanentes, onde te alimentas daquilo que muitas vezes cultivas, onde as pessoas são felizes e muitas vezes não sentem a necessidade de sair dali.

Estou sempre dividida quando volto a casa, é como se nunca tivesse saído de lá, rapidamente encontras as tuas marcas, os teus antigos hábitos, vês e convives com pessoas e família como se os cruzasses todos os dias, desligas-te do mundo virtual e vives o momento…coisas boas da vida!

Ideal para recarregar energias, parar, ouvir, pensar, respirar e relaxar, é um privilégio!

As fotos falam por si, foi uma tarde muito bem passada na companhia da Aghada, a égua, e de familia <3, no meio do verde, terra, legumes, tudo aquilo que o Campo nos dá!

E tu, como “comunicas” com a Natureza?

Pin It on Pinterest